Análise Eu Sou Livre (PG)

O cantor e compositor PG acaba de lançar pela MK Music seu novo trabalho solo intitulado Eu sou livre.

PG tem 12 anos de ministério e neste tempo passou por bandas como Santuarium, Corsário e No Fear. Alcançou notoriedade nacional ao assumir o vocal do Oficina G3, substituindo o Manga, que hoje é pastor da Igreja Vineyard no Rio de Janeiro

Com o Oficina ele gravou “Acústico”, “Acústico – ao vivo” (Gospel Records), “O Tempo” e “Humanos” (MK). Em 2004 iniciou sua carreira solo com o disco “Adoração”.

Em 2006 lançou “De um lado a outro” com participações de Luo e André Valadão. Este disco lhe rendeu o Troféu Talento 2007 de Melhor Álbum de Rock.

Eu sou livre, que foi gravado ao vivo na Igreja Bíblica da Paz (SP) em setembro de 2007, vem recheado de letras fortes e conseguiu encontrar um equilíbrio entre o rock pesado do segundo trabalho com a leveza e a harmonia do primeiro.

O álbum traz doze canções. Quem adquirir o dvd poderá ainda desfrutar de seis hinos que fizeram parte do repertório dos discos anteriores.

No repertório temos três versões. Uma da banda Casting Crows, que ficou ótima e duas de Jesus Adrian Romero, da gravadora mexicana Vástago, que também são muito boas.

A produção foi feita em parceria com o amigo e guitarrista Leandro Aguiari, um jovem talento revelado no segmento gospel através do cd “De um lado a outro”, que também divide com PG algumas composições.

Após o instrumental da Intro o repertório tem início com a pegada marcante e pesada de Ao Teu encontro. “Não há mais medo eu também venci a morte quando confessei que Cristo é o meu Deus”. O hino traz uma bateria “bate-estaca” e vem recheado de guitarras. Somzeira!

A pressão continua com os power chords de Herói oculto que traz uma das letras mais reflexivas do disco. O hino nos leva a refletir o quanto temos que nos dedicar para pregarmos de forma autentica o evangelho de Cristo. “Olhe no espelho e veja. Sua imagem reflete o herói que Deus escolheu. Não despreze. Obedeça o chamado. O profeta desta geração é você”. Entenderam?

Quem sou eu é uma versão para “Who am I” da banda Casting Crowns. A versão ficou muito boa, não mudando nada em relação a mensagem do hino original, que pode ser encontrado no catálogo de lançamentos da BV Music. Nota 10.

A seguir temos uma bela poesia sobre intimidade com Deus escrita por pelo pastor da Igreja Vinho Novo, Jesus A. Romero. “Que sejas Meu universo. Não quero dar-te as palavras como gotas, quero que saia um dilúvio de bênçãos da minha boca. Que de manhã sejas meu primeiro pensamento e a luz em minha janela”. Além da letra destaque para o naipe de cordas.

O peso do hard rock marca presença em Paz na guerra. O hino versa sobre Jesus como solução para nossa sociedade cada dia mais decadente. “Ele é tão jovem e já pratica o mal. Ela é pequena a aprende a ser tão sensual. O ser humano vive um tempo irracional, não se preocupa com o dia do Juízo”.

Eu vou passar pela cruz disserta sobre morrermos para nossas vontades e nossos desejos. Morrermos para nosso eu com suas capacidades e limitações. “Não quero ter Tuas bênçãos sem antes passar pela cruz”. O louvor traz um arranjo bacana com uma levada cadenciada e tem seus espaços preenchidos pelo naipe de cordas e por licks de guitarra.

A faixa título traz de volta o peso do rock. Eu sou livre vem com um refrão cativante e envolvente. Destaque para as intervenções do back vocal e para as nuances de dinâmica executadas pela banda.

Estou aqui é uma balada cantada em primeira pessoa (como se fosse Deus falando). “Seu trabalho sempre foi mais importante, sua família e amigos nunca tiveram chance, sempre ausente, me diz agora o que restou?” É uma canção evangelística.

Te vejo leva o culto a um momento mais contemplativo. É outra versão de um hino de Jesus Romero. A interpretação piano e voz ficou bacana.

Face a face é um clamor de contrição e entrega. No final temos a participação do Coral Milagre Soul.

Deus Pai é hino de exaltação a obra de Cristo na cruz com letra e melodia muito belas. “Não foram os cravos que prenderam Jesus naquela cruz, foi Seu amor por mim que me deu o direito de ser Seu filho”. Esta é faixa em que o naipe de cordas faz a diferença. Muito boa.

Fechando o repertório com o peso do hard rock ouvimos Todo ser que respira que tem uma clima alegre e festivo e muitos licks e riffs de guitarra.

No disco ainda temos uma faixa bônus escrita por PG para sua filha Hadassa. Minha filha, minha flor é uma balada que pode ser usada pelos irmãos para fazer parte do repertório do clip de aniversário de suas filhas. Destaque para os detalhes de violão durante o desenvolvimento do arranjo.

O dvd Eu sou livre será o segundo registro áudio visual do gênero rock gospel nacional lançado pela MK Music. O primeiro foi o dvd do Oficina G3 – O tempo – gravado em outubro de 2000 no Olimpo – RJ e lançado em 2001. Eu sou livre tem previsão de lançamento para o primeiro trimestre de 2008.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: